Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

14/04/10

Midas Filmes - Edita em Dvd - 4 Filmes Imprescindíveis de Heddy Honigmann

METAL E MELANCOLIA – O AMOR NATURAL – PARA SEMPRE – O OLVIDO

A realizadora Heddy Honigmann, uma das mais importantes documentaristas contemporâneas, que estará em destaque e será alvo de uma retrospectiva no IndieLisboa, terá 4 dos seus melhores filmes - METAL E MELANCOLIA, O AMOR NATURAL, PARA SEMPRE e O OLVIDO -, editados em DVD pela MIDAS FILMES.

No início dos anos 90, em resposta à inflação e a um governo desestabilizado pela corrupção, muitos profissionais da classe média do Peru usavam os seus carros particulares para fazer biscates como taxistas. METAL E MELANCOLIA dá conta de como estes taxistas ocasionais, um professor, um empregado do Ministério da Justiça, um actor de cinema, um polícia, conseguem circular nas congestionadas e esburacadas ruas de Lima em carros decrépitos cujas técnicas de sobrevivência são tão fascinantes como as dos seus proprietários.

Em O AMOR NATURAL, Os poemas eróticos de um dos maiores nomes da literatura brasileira, Carlos Drummond de Andrade, são o ponto de partida para conversas com cariocas da terceira idade sobre a sua sexualidade em que se partilham com humor e malícia memórias de sexo e amor. O AMOR NATURAL acaba por se revelar como um filme que vai para além da poesia. É uma viagem riquíssima, uma reflexão sobre a passagem do tempo e uma ode ao desejo.

PARA SEMPRE
é um filme sobre o poder e a vitalidade da arte e um lugar onde amor e morte andam de mãos dadas e a beleza perdura: o cemitério Père-Lachaise em Paris, local de descanso final de famosos como Gertrude Stein e Jim Morrison. Pelos seus portões, chegam turistas com câmaras fotográficas que visitam a campa de Marcel Proust (apesar de nunca o terem lido) e que cantam junto ao túmulo de Yves Montand. O filme ganhou o Prémio do Público no IndieLisboa.


O OLVIDO leva-nos à cidade esquecida de Lima, a um povo esquecido, os peruanos e, como a maioria dos países da América Latina, à terra esquecida do Peru. Estas pessoas, para quem a ironia é uma arma de sobrevivência, têm também que esquecer para não ceder ao cinismo, ao ódio e à dor. Um filme sobre aqueles que tentam recordar os velhos tempos quando a vida – apesar das diferenças de classe, corrupção e violência – era ainda boa.

14/04/10

Lançamento em Dvd do Filme - ANTÓNIO LOBO ANTUNES – ESCREVER, ESCREVER, VIVER - NA Fnac Chiado Com a Presença Do Escritor

 

Por ocasião do Dia Mundial do Livro, a Midas Filmes edita em Dvd, em exclusivo Fnac, António Lobo Antunes -Escrever, Escrever, Viver, o documentário de Solveig Nordlund, sobre um dos maiores escritores contemporâneos portugueses. O lançamento do filme será dia 23 de Abril, às 19:30, na Fnac Chiado e contará com as presenças de António Lobo Antunes, Solveig Nordlund e Maria da Piedade Ferreira.

 

António Lobo Antunes, no auge da sua carreira, recebe o Grande Prémio de Literatura da Feira Internacional do Livro em Guadalajara, Mexico. A entrega do prémio é o ponto de partida para uma passagem em revista da sua vida e obra. A infância, a psiquiatria, a guerra colonial, o 25 de Abril, os livros, a doença. Em 2006 foi-lhe diagnosticado um cancro. Foi grave, foi operado. O perigo de morte está ultrapassado. Mas a doença deixou marcas, a sua atitude perante a vida modificou-se, só vai publicar mais dois livros.

 

ANTÓNIO LOBO ANTUNES - ESCREVER, ESCREVER, VIVER vem juntar-se à Colecção Escritores da Midas Filmes, um exclusivo FNAC, a que já pertencem os filmes MANUEL HERMÍNIO MONTEIRO – MHM de André Godinho, ALEXANDRE O’NEILL - TOMAI LÁ DO O’NEILL de Fernando Lopes, NUNO BRAGANÇA – U OMÃI QE DAVA PULUS de João Pinto Nogueira, JOSÉ CARDOSO PIRES - LIVRO DE BORDO de Manuel Mozos e CARLOS DE OLIVEIRA – SOBRE O LADO ESQUERDO de Margarida Gil. Em breve será editado na mesma colecção o filme & ETC de Claudia Clemente.

Segue-me no Facebook

Arquivo

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens